24 janeiro 2020

NO-LOW/POO LISTA COM COMPONENTES

| |
Olá meus amores tudo bem com vocês? Espero muito que sim, vocês sabiam que que existe uma lista de componentes PROIBIDOS e LIBERADOS para NO-LOW/POO?
Pois é ultimamente os produtos de beleza se divide em LIBERADOS, VEGANOS E NÃO LIBERADOS.

Com a popularização das técnicas, muita gente começa a segui-las sem entender muito bem o que está fazendo, eu mesma um certo tempo atrás quis ingressar nesse mundo do LOW-POO, mais vi muitas dificuldades no cominho.
Consequentemente, sem saber que existem componentes proibidos e liberados para as técnicas.

Se você, como eu, caiu de paraquedas e não sabe nada sobre NO-LOW/POO, vou trazer hoje aquela listinha básica, já falei outras vezes sobre isso no blog e no meu canal.

Clique aqui pra conferir do Blog / Clique aqui pra conferir do Youtube

O bacana do NO-LOW/POO, é que aprendemos a ler composições e saber exatamente o que estamos colocando no nosso corpo e consumindo.

Ande sempre com a sua listinha, até para não errar na hora da sua compra.

Existem marcas que agem de má fé e colocam no rótulo do produto o termo “liberado”, quando na verdade o produto não é, ou atende somente ao low poo.

Isso na verdade já aconteceu muito comigo.

Vamos entender primeiro a categoria de cada componente?

Sulfatos e Surfactantes: Sulfatos, como são chamados comumente, são um tipo de surfactante. Surfactantes são detergentes pesados, fortes para os nossos fios. Também podem agir como emulsificantes quando em composições mais ácidas (máscaras, condicionadores e cremes de pentear, por exemplo). Ele tem uma ação tensoativa bem potente para remover sujeira e resíduos dos nossos cabelos. Porém, muitas vezes essa limpeza é feita de forma excessiva, prejudicando os cabelos. Por isso removemos eles da nossa rotina. Existem vários surfactantes proibidos para as técnicas, mas geralmente só damos atenção aos famosos sulfatos. Mas, também existem surfactantes leves, mais gentis com nossos fios, e eles se encaixam na técnica de Low Poo.
No No Poo não utilizamos surfactantes para limpeza.

Anfóteros: são agentes tensoativos mais suaves que contem em sua estrutura tanto um radical ácido, quanto um básico, ou seja, eles podem agir como um ativo de limpeza (que precisa ser pouco mais básico ou alcalino) quanto como um ativo condicionante (que precisa ser mais ácido). Eles são a opção substituta dos surfactantes que falamos acima. Encontramos normalmente em shampoos tradicionais, shampoos suaves e condicionadores de limpeza. São liberados tanto para low poo quanto para no poo desde que em baixa concentração nas fórmulas.

Silicones Insolúveis: silicones, de forma geral, atual formando uma fina camada por cima dos fios e depositando-se entre as cutículas do cabelo.
Eles “simulam” nosso sebo e oleosidade natural, dando mais brilho, maciez e ajudando na porosidade do fio.
Essa barreira formada também impede que a sua hidratação natural do fio seja perdida por fatores externo.
Os silicones são classificados em solúveis em água (saem facilmente na água corrente), insolúveis em água (agarram um pouco mais no fio) e solubilizados (silicones insolúveis em conjunto com substancias que os tornam mais fáceis de sair do cabelo).
No Low poo todos os silicones podem ser utilizados, visto que os shampoos low poo possuem poder de detergência suficiente para removê-los.
No no poo somente os silicones solúveis e solubilizados são indicados, visto que a limpeza mais gentil do condicionador nem sempre consegue remover por completo essa camada do componente, causando o acumulo com o passar dos usos. Essa experiência pode ou não acontecer, mas por via das dúvidas, se tornou uma regrinha no no poo.
Tal acúmulo pode impedir a penetração de ativos importantes para manutenção dos fios, como máscaras de tratamento.
Além disso, o cabelo se torna mais pesado, com aspecto de sujo e pode ficar fragilizado.

Ceras: Há uma grande dúvida em torno das ceras para utilização nas técnicas. No Low poo elas estão liberadas. Já no no poo pode-se notar acumulo, dependendo do peso da cera utilizada. Por isso, esse é um ingrediente alerta para quem segue a técnica. Não é proibido, mas vale a ressalva para ficar de olho em como o cabelo reage as lavagens.

Óleos Vegetais: são permitidos em ambas as técnicas, assim como falado anteriormente, óleos vegetais simulam o sebo natural do nosso cabelo. Eles são um pouco mais pesados, no geral, do que silicones insolúveis na experiencia sensorial, mas conseguem se desprender facilmente se utilizado shampoo ou máscara para removê-los (método UCPE). Um ponto positivo para os óleos vegetais são os benefícios que eles trazem para o couro cabelo. Cada óleo possui propriedades específicas, mas no geral são antioxidades, umectantes, e ricos em vitaminas. Esses benefícios os diferem de silicones e petrolatos quando falamos em couro cabeludo, que é parte viva do nosso cabelo e que de fato vai se beneficiar desses ativos.

Óleos Minerais, petrolatos, parafinas: silicones, óleos vegetais, óleos minerais, petrolatos e parafinas possuem basicamente as mesmas funções no fio: simular o sebo natural do cabelo e fazendo a proteção das cutículas.
Porém, de acordo com as experiencias empíricas do no e low poo ao longo dos anos, os componentes dessa categoria foram percebidos como os mais difíceis de serem removidos dos cabelos com produtos de limpeza utilizados no no poo e low poo.
Essa dificuldade em removê-los acaba gerando acúmulo contínuo, quanto mais você usa, mais resíduos se depositam sobre resíduos. Portanto, eles são proibidos para as técnicas de no poo e low poo.

Parabenos: são conservantes baratos muito utilizados nos produtos do Brasil. Não são proibidos paras as técnicas, mas em muitos países a utilização destes foi suspensa.
Existem pesquisas que mostram potencial de disruptor endócrino e associação dos parabenos a câncer.
Não sabemos o nível de concentração até chegar a desenvolver esses problemas de saúde.
Fora isso, parte da população possui alergia de leve a severa utilizando esse componente, levando até a dermatites e feridas onde são aplicados.
É um componente interessante de ser evitado, porém é solúvel em água e não se deposita sobre os fios.

AGORA VAMOS A LISTA DEIXAREI PARA COPIAR E COLAR ONDE QUISEREM.

Surfactantes Proibidos para No e Low Poo

Sodium Laureth Sulfate

Sodium Lauryl Ether Sulfate

Sodium Myreth Sulfate

Sodium Lauryl Sulfate / Sodium laurilsulfate

Sodium Coco Sulfate

Sodium Trideceth Sulfate

Ammonium Lauryl Sulfate

Ammonium Laureth Sulfate

Ammonium Lauryl Ether Sulfate

Sodium C14-16 Olefin Sulfonate

TEA Lauryl Sulfate

TEA-dodecylbenzenesufonate

Sodium Alkybenzene Sulfonate

Ammonium Xylenesulfonate

Sodium Xylenesulfonate

Sodium Trideceth Sulfate – é um sal de sódio de álcool sulfatado tridecilo etoxilado (qv). Sinônimos: Sulfato de sódio polioxietileno tridecilo; sulfato de sódio ÉTER tridecilo; etanol, 2 [2 [2 (trideciloxi) etoxi] etoxi], sulfato de hidrogénio, sal de sódio; de sódio a 2 – [2 – [2 – (trideciloxi) etoxi] etoxi] ETÍLICO sulfato, sódio tridecilo TRI (oxietil) 

SULFATO

Tridecyl polyoxyethylene sodium sulfate

Sodium Tridecyl Sulfate ETHER Ethanol

Sodium Tridecyl TRI (oxyethyl)

sodium 2 – [2 – [ 2 – ( tridecyloxy ) ethoxy ] ethoxy ] ethyl ester sulfate

ethanol, 2- [2- [ 2- ( tridecyloxy ) ethoxy] ethoxy] hydrogen sulfate , sodium salt

Sodium Sulfate Coconut

Lauryl sulfate

Ammonium laureth

TEA dodecylbenzenesulfonate

Alkylbenzene Sulphonate

Ammonium Xylenesulfonate

Sodium Sylenesulfonate

Surfactantes Liberados somente para Low Poo

Sodium Cocyl Isethionate

Sodium Cocoyl Glycinate.

Sodium Lauryl Sulfoacetate

Sodium Lauryl Glucose Carboxylate

Sodium Lauroyl Sarcosinate

Sodium Socoyl (ou lauryl/lauroyl) Sarcosinate

Sodium methyl 2- sulfolaurate / disodium sulfolaurate

Sodium Methyl Cocoyl ou lauryl taurate

Disodium Laureth Sulfoccinate

Dioctyl Sodium Sulfosuccinate / Aerosol -OT / AOT

Decyl Glucoside Poly Carboxylate

Ethyl PEG-15 Cocamine Sulfate

Lauryl Sulfoacetate

Methyl Cocoyl or Lauryl Taurate

Pluronic e Tetronic surfactantes

Polyglucosides

Anfóteros e Ativos limpantes suaves liberados para No Poo e Low Poo

Petrolatos, parafinas e óleos minerais proibidos para ambas as técnicas

Polyglucosides
Cocoamidopropyl betaine

Cocobetaine

Cocamidopropyl Betaine

Cocabetaine

Cocoamphopropionate

Decyl Glucoside

Coco Glucoside

Laryl Glucoside Glyceryl Oleate

Disodium Cocoyl Glutamate

Sodium Cocoyl (Methyl) Isethionate

Petrolatum/ Petrolato

Mineral Oil/óleo Mineral

Parafinum Liquid/parafina líquida

Isoparaffin

C13-14 Isoparaffin

C12-20 Isoparaffin

Isoparaffin

Vaselina/vaselin

Isododecane/Isododecene

Alkane/Alcano

Dodecane/Dodecano

Dodecene/Dodeceno

Silicones Solúveis Liberados para No e Low Poo

Dimethicone Copolyol

Hydrolyzed Wheat Protein Hydroxypropyl Polysiloxane

Lauryl methicone copolyol

PEG-33 (e) PEG-8 Dimethicone (e) PEG-14, presentes na mesma fórmula, não precisam estar em sequência.

PEG-7 Amodimethicone

Dimethicone PEG-8 Phosphate

Ammonium Dimethicone PEG-7 Sulfate

Dimethicone PEG-8 Adipate

Dimethicone PEG-8 Benzoate

Dimethicone PEG-7 Phosphate

Dimethicone PEG-10 Phosphate

Dimethicone PEG/PPG-20/23 Benzoate

Dimethicone PEG/PPG-7/4 Phosphate

Dimethicone PEG/PPG-12/4 Phosphate

PEG-3 Dimethicone

PEG-7 Dimethicone

PEG-8 Dimethicone

PEG-9 Dimethicone

PEG-10 Dimethicone

PEG-12 Dimethicone

PEG-14 Dimethicone

PEG-17 Dimethicone

PEG/PPG-3/10 Dimethicone

PEG/PPG-4/12 Dimethicone

PEG/PPG-6/11 Dimethicone

PEG/PPG-8/14 Dimethicone

PEG/PPG-14/4 Dimethicone

PEG/PPG-15/15 Dimethicone

PEG/PPG-16/2 Dimethicone

PEG/PPG-17/18 Dimethicone

PEG/PPG-18/18 Dimethicone

PEG/PPG-19/19 Dimethicone

PEG/PPG-20/6 Dimethicone

PEG/PPG-20/15 Dimethicone

PEG/PPG-20/20 Dimethicone

PEG/PPG-20/23 Dimethicone

PEG/PPG-20/29 Dimethicone

PEG/PPG-22/23 Dimethicone

PEG/PPG-22/24 Dimethicone

PEG/PPG-23/6 Dimethicone

PEG/PPG-25/25 Dimethicone

PEG/PPG-27/27 Dimethicone

PEG-40/PPG-8 Methylaminopropyldimethicone crosspolymer

Silicones Insolúveis Liberados Somente para Low Poo

Amodimethicone

Cetearyl methicone

Cetyl Dimethicone

Cyclomethicone

Cyclopentasiloxane

Dimethicone (presente na maioria dos cosméticos)

Dimethiconol

Dimethicone Crosspolymer

Vinyl Dimethicone Crosspolymer

Vinyl Dimethicone

Methicone Silsesquioxane Crosspolymer

Cetearyl Methicone

Cetyl Dimethicone

Behenoxy Dimethicone

Stearoxy Dimethicone

Stearyl Dimethicone

Trimethylsilylamodimethicone

Simethicone

Polydimethylsiloxane

Methicone

Phenyl Trimethicone

Dimethylpolysiloxane

Bis-Aminopropyl Dimethicone

propoxytetramethyl piperidinyl dimethicone (PTMPD)

Silicones Solubilizados Liberados para No Poo e Low Poo

Bis-Cetearyl Amodimeticone (and) Ceteareth-7 (and) Ceteareth-25

Aqua (and) Bis-Aminopropil Dimethicone (and) Trideceth-12 (and) TEA-Dodecilbenzenesulfonate (and) Cetrimonium Chloride

Dipropylene Glycol (and) Polysilicone-29

Amodimenthicone (and) Trideceth-12 (and) Cetrimonium Chloride

Ceras

Cera de Candelilla/ Candelilla Wax

Cera Alba

Beeswax/ Cera de Abelha

Cera de Carnaúba

Euphorbia Cerifera Cera Extract

Copernicia Cerifera Cera

Protetores Solares Liberados para No e Low Poo
Benzophenone-2, (ou 3, 5, 6, 7, 8, 9, 10)
Benzophenone-4
Benzyl salicylate
Benzylidene camphor sulfonic acid
Bornelone
Ethyl cinnamate
Ethylhexyl methoxycinnamate (octyl methoxycinnamate) Octoxynol-40, – 20
Octyl methoxycinnamate
Octyl Salicylate
Oxybenzone
Phenyl ketone
PEG-25 PABA
Polyacrylamidomethyl benzylidene camphor

Então já me conta se seguem as técnicas LOW-NO/POO, e me fala você sabia de alguma informação colocada neste post?

Beijos e até a próxima

10 comentários:

  1. Realmente ainda há empresas que agem de má fé. Nada melhor que conhecer bem para não ser enganada. Sempre tive dúvidas sobre, agora foram super esclarecidas. Obrigada. Beijos

    ResponderExcluir
  2. legal essa lista de ingredientes, preciso me acostumar a ficar mais de olho aos rótulos dos produtos

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca entendi nada sobre esse assunto, até pouco tempo nem sabia que havia produtos com ingredientes tão ruins. Esse post me ensinou muito, adorei. Agora já vou ficar mais esperta.

    ResponderExcluir
  4. Eu nunca pesquisei sobre no-low pow, eu uso shampoo e condicionador normal, eu SEMPRE leio as embalagens dos shampoos e hidratação que compro, mas todos que compro, vem com o nome vegano, ou então sem testes em animais, eu uso a marca Pantene, leio sempre pra que tipo de cabelo é, ou o que ele pode trazer, mas assim, eu leio os componentes, mas infelizmente, a maioria vem com esses ingredientes mesmos, as vezes, a pessoa só quer comprar o mais barato mesmo, nem lê nada, mas, tem um blog que tem receitas de como fazer shampoo/condicionador, mais natural. Muito fofo seu blog!

    ResponderExcluir
  5. Normalmente não estou atenta aos ingredientes, dou uma olhadela na lista por alto e pronto, mas é bom estar atenta a este tipo de dicas que nos ajudam a entender melhor os componentes. Obrigada por esclarecer :)
    Um beijinho enorme **

    ResponderExcluir
  6. São muitos componentes proibidos né? Eu sei alguns de cabeça e sempre dou uma olhada no rótulo das embalagens. Post de utilidade!

    ResponderExcluir
  7. Passei anos e anos sem ler nenhum rótulo de produto, só agora recentemente que tenho me interessado e estou aprendendo aos poucos. Agora sempre fico de olho na lista de sulfatos.

    ResponderExcluir
  8. A lista é interminável e com nomes que nem consigo pronunciar mas eu tentar seguir essa técnica de no e low mas as vezes ainda compro produto que tem ingredientes proibidos. Obrigada por compartilhar essa lista e esclarecer o que é no e low pop bjs

    ResponderExcluir
  9. Quantas informações importantes que você trouxe sobre os componentes que são proibidos e liberados, é sempre bom saber, pois precisamos cuidar dos nossos cabelos, bjs.

    ResponderExcluir
  10. Olá admiro sua paciência, para pesquisar todas essas informações.
    Parabéns pela dedicação.
    Adorei teu blog.

    ResponderExcluir