#3 BATE-PAPO=ME ENCONTREI E ME ACEITEI, NINGUÉM SEGURA ELA - InterC@chos

03 abril 2020

#3 BATE-PAPO=ME ENCONTREI E ME ACEITEI, NINGUÉM SEGURA ELA

Olá meus amores continuando nosso BEDA, pra saber tudo que já rolou CLIQUE AQUI.
O bate-papo hoje é sobre aquelas coisas que normalmente quando jovens da muita vergonha, mais depois se torna tão irrelevantes, que decidimos aceitar e conviver, e até mesmo amar.

Eu não estou sozinha, está comigo a Dianny e Karina, vão conferir o post delaspra facilitar basta clicar no nome delas, será redirecionado ao blog delas e não deixe de comentar usando a #vimdointercachos.

Mas vamos lá.
Primeiro eu quero falar do início que foi a transição capilar, acho que não é novidade que a transição foi um divisor de águas, me fez compreender e aceitar muitas coisas que antes era vergonha pra mim, foi mais que o cabelo sabe, foi a busca da minha própria identidade, sei que parece meio loucura, mais é exatamente isso a definição da transição, é voltar lá atrás e poder superar o que antes era difícil, o bullying, o julgamento e o pior as ofensas.

E o grande problema que sempre existiu foi o meu nome, quem me conheceu antes de 2020, me conheceu como Dayane Frazão, em todas minhas redes sociais era assim.
Mais um dia eu me peguei pensando o motivo que me fazia esconder um “i”? Não é loucura?
Pois é nada contra quem faz isso troca letras ou até mesmo o nome, mais pra mim não era apenas estética ou algo que eu gostasse, era como um escudo.

Desde de menina eu sempre fui hostilizada na escola, por ser escura e bonita, muitas meninas dizia que não entendia como eu era bonita sendo escura daquele jeito, hoje eu conto com risos, quando alguém me disse que queria me bater porque eu era feliz demais, eu sempre considerei isso como coisas da minha infância, mais partir daí eu comecei a me esconder sobre várias e várias camadas.
Meu nome é Daiane mais com Y, é mais bonito, chama mais atenção, entende?

Meu cabelo foi tipo assim, a minha patroa na época que iniciei na química, me incentivou a ir trabalhar de cabelo solto, eu colocava umas flores enormes e me sentia a própria bonita, aquele cabelo sem creme de pentear, um volume absurdo e claro aquele frizz, mais eu não ligava, até que muitos falaram, calma já está demais, cabelo armado, cabelo duro, mais o que é isso?
Então entrei na química, pra me aceitarem, pra que ficasse mais alinhada e bonita.

Pois é meus anjos a vida me ensinou que quando não gostamos do que vemos no espelho, ninguém pode admirar também, a beleza é relativa, as vezes alguém procura uma loura, outro uma morena, não dá pra definir o que isso realmente significa, pois pra muitos eu sou linda, pra outros eu sou básica, pra alguns too até bem pra 5 filhos, então eu cansei de viver sobre o julgo de pessoas que me reprovam na rua mais não me conhece de verdade.

Não sabem o quanto frágil eu me sinto quando meus filhos adoecem, não sabe o quando me frustrei com GOT, e nem imagina que eu amo a mulher que me tornei e agradeço os que me apontaram o dedo, por um tempo eles foram a sombra do meu descanso, hoje não existe sombra para a mulher que me tornei, eu sou o próprio sol.

E você que está lendo isso saiba que ainda tenho em mim muitos defeitos (aparência e personalidade) mais isso eu consigo mudar quando eu quiser.

E você também tem esse poder, acredite em si mesma, acredite que ninguém tem o poder pra te fazer desistir, isso é só você mesmo.

Aproveite o dia de hoje, se ame mais garota, acredite que a beleza está em cada ser vivo, pois somos obra perfeição de Deus.

Espero que tenham gostado, comente aqui, qual sua melhor qualidade, e compartilhe esse post com sua melhor amiga.

Beijos e até amanhã.

comentário(s) pelo facebook:

9 comentários:

  1. Que linda, parabéns pela iniciativa! E sim vamos se amar mais meninas !!! Parabéns de verdade.
    Um beijo da Marii

    Segredosdamarii.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Uau que história maravilhosa. Muita força e superação. Continuemos firmes amando e acreditando em si mesmas.

    ResponderExcluir
  3. Que historia maravilhosa!!! Temos sim que acreditar em nos mesmo e batalharmos por isso

    ResponderExcluir
  4. super bacana esse post! temos que ter auto estima e acreditar em nós mesmas!

    ResponderExcluir
  5. Uma historia muito linda, só quem passou por transição capilar sabe exatamente o que passou, minha mãe passou, vocês são demais, e cachos são a coisa mais linda!
    www.mundodasmulheresbrasil.com

    ResponderExcluir
  6. Concordo que quando não gostamos do que vemos no espelho, não tem como sermos admiradas. Eu sempre digo que para os outros te acharem bonita você tem que se achar primeiro. Eu acho que muitas já entraram na química para ser aceita, eu mesma já passei por isso, hoje não consigo me ver sem meus cachos. Amei o post

    ResponderExcluir
  7. Oiii,
    que história mais linda!!!!, sempre devemos ter essa auto estima e sempre seguirmos em frente custe o que custar!

    ResponderExcluir
  8. bacana seu psot, é muito importante ter auto confiança, eu tento buscar isso, incrivel seu texto. parabems

    ResponderExcluir
  9. Adorei a mensagem do seu post, temos que ter auto estima e acreditarmos no nosso potencial!

    ResponderExcluir

SUBIR